Número total de visualizações de página

sábado, 16 de setembro de 2017

*
      As plantas e as árvores, com o auxílio do sol e da água conseguem produzir as coisas extraordinárias que são as folhas, as flores e os frutos. O que pensarão as plantas e as árvores dos animais? Admirar-se-ão como nós nos admiramos perante as flores, os frutos e as folhas?  Como nós por vezes  dizemos :que linda flor! Também as plantas de vez em quando dirão: que lindo animal?

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

*
    O PAP - paartido dos avançados portugueses- poderá ser :
            - Um partido dos avançados na idade, dos portugueses de mais de sessenta anos, residentes em Portugal ou no estrangeiro.
            - Um partido que escolherá os seus representantes por um sistema democrático, não pela tirania do sistema actual, "a dedo". Todos os seus membros poderão ser designados por um sistema em pirâmide, partindo da eleição na rua, para o bairro, para a freguesia, para o concelho, para o distrito, para o país.
            - Que também visasse o bem, a lisura, a bondade, a atenção pelos próximos, a responsabilidade, visando portanto melhorias no nosso país. Este tem os seus limites geográficos mas a sua alma são os que o habitam, sem  eles seria um deserto.
       E o muito mais que poderão sugerir. 

terça-feira, 12 de setembro de 2017

*
      Em 2016 existiam em Portugal cerca de três milhões de individuos com mais de sessenta anos. Dos quais quase quinhentos mil reformado ou aposentados. Todos são eleitores, com as familias serão mais de quatro milhões. Quase metade da totalidade dos eleitores. Portanto uma força que poderia e deveria ser aproveitada na governação e nos destinos de Portugal. E que poder-se-ia intitular Partido dos Adiantados Portugueses.
     Aqui fica a sugestão .
      Eu entro nele.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

*
    A história que na escola ensina aos alunos sobre o nosso passado deverá realçar o que os reis de Portugal fizeram pelo progresso do nosso país, na segunda metade do século dezanove. A maior parte dos caminhos de ferro foi construida então, a par de consideráveis progressos na construção de hospitais, nas artes, na educação. Em Liaboa, nesse período construiram-se os ascensores do Lavre, da Glõria, da Bica e de Santa Justa. No Pôrto, a ponte de dom Luiz.
      A monarquia durante quase nove séculos,  teve defeitos, nao sei se superiores a um século de república. Uma análise que nunca vi feita, talvez pelos reputados inconvenientes que a sua divulgação trará.   

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

*
      Ontem estive em Lisboa.     
      Chegando a Lisboa fui de metro para a baixa e saí na estação Restauradores, saida que fica a uns bons cem metros dos Restauradores.Fui a pé até lá, as maiores diferenças que encontrei foi a da ausência dos antigos carros eléctricos, nas duas ruas estreitas que ladeiam a larga rua central e a ocupação quase continua dos pisos inferiores dos predios com lojas de luxo, conservando as antigas, maia modestas, os quiosques e os plátano e carvalhos. Enxames de turistas, todos fotografando a torto e a direito. Tomei café, antes do meio dia, numa leitaria antiga com uns mosaicos deliciosos de cenas campestres, com vacas pastando e um com uma saloia, de saia rodada e lenço na cabeça,sentada num cèpo, mungindo uma vaca. Perto da leitaria, o "Elevador da Lavra " esperando por clientes mas alvo de fotos em barda dos turistas, alguns dos quais também fotografando a montra da leitaria, montra que apenas continha garrafas de bagaço e de ginjnha.  

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Godfredo

*
     Leio Tasso, "Godfredo ou a Jerusalem libertada". Que Camões deceto leu, na versão original. Ou talvez não. No prólogo dessa obra, declarou que as bases do seu poema eram a imitação e a alegoria. Prólogo que já de si é uma obra prima. Que se lê com tanta avidez como o poema. Este, não sei se o
 lerei todo, são doze cantos em quinhentas e tal páginas.
    Mas é considerado o maior expoente da poesia italiana.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

*
      Ab amicis honesta petamus.
      Aos amigos peçamos coisas honestas.
     Na política vemos disto?