Número total de visualizações de página

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Solidão no pensamento

Encontro-me a sós com esta página em branco, pensando no muito que quero dizer e que não descubro. Vagueio pelas alas do pensamento deixando que as ideias tabelem com aquele botão de rosa a abrir, com esta calidez do sol de inverno que entra descarado pala janela da cozinha e ignora o quarto escuro da casa, lá em cima. Sinto que se derrete a maldição do tédio, as lembranças da criança que fui e que quero voltar a ser, desviam o vento frio para oeste com a chama desse olhar que me entontecia, uma recordação que me basta para ser feliz, sem tentar sequer afastar a dúvida, nem amaldiçoar essa lembrança dos nossos passo perdidos quando nos encaminhávamos para o amor desejado.

Sem comentários:

Enviar um comentário