Número total de visualizações de página

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Picuinhas

*
        O Felizarso, pasmem, não vive feliz. É um da queles sujeitos sempre preocupados com o futuro, sempre aguardando a desgraça, sempre de pé atraz  Detesteava qualquer anomalia, odiava o ponto branco na parede preta, curvava.se servilmente para apanhar do chão  um papel minúsculo, não resistia a uma pequena mancha de café na toalha, inteeompendo a conversa com o convidado ilustre para  se concentrar na tentativa de eliminar a mancha com o tira-nódoas. Em casa, mal encontrava um pequeno defeito, na pintura, no tecto,no lava louças,logo chamava o pintor, o pedreiro, o canalizador.
             - Tu, tão mericuloso - dizia-lhe um amigo- devias ter escolhido e encontraso outra profissão, geólogo, coca bichinhos de coisas antigas, inspector das finanças.
 .            - Pois que é que queres, ainda não a encontrei....
      E entretanto, a esposa, chateada com tantas picuinhices, pòs lhe os cornos, fugiu com o .canalizador.

Sem comentários:

Enviar um comentário