Número total de visualizações de página

segunda-feira, 28 de agosto de 2017



*
      Num dos jornais de ontem referia-se que em Portugal, em 2016 existiam quase cinco mil individuos com mais de cem anos. Numero que dentro de sete ou oito anos, triplicará.
      Existe portanto uma fatia considerável da população, a ,aumentar exponencialmente, até aos noventa anos de idade, em condições razoaveis de saude, sem os achaques ou mazelas que há uns trinta ou quarenta anos atingiam os de sessenta anos de idade.
     É natural que nos surjam  questões diversas: que fazer com essa larga faixa da população? com que proveito para as nações, para a vida social poderão contribuir? Que modos poderão os governos e parlamentos de todos  os paises, adoptar para minorar os encargos com as reformas e outras contribuições sociais com a chamada velhice ou quarta e futuras quinta e sexta idade?

Sem comentários:

Enviar um comentário