Número total de visualizações de página

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Num copo

Num copo puz os meus desejos
E noutro todas as saudades
Aproveito qualquer ensejo
Na expulsão de quaisquer maldades


Tenho esperança de encontrar
Sem nenhuma dificuldade
E sem precisar de rezar
Os que me tratem com bondade


Porque na vida eu sigo um rumo
Sem necessitar de cuidado
Uso o espírito com aprumo
Sempre venero a liberdade


Sem comentários:

Enviar um comentário