Número total de visualizações de página

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Suborno

Tenho muitas mensagens escondidas
Estão bem guardadas e defendidas
De plagiadores cheios de cerimónia
De falsificadores prenhes de boas intenções
De artistas, amigos inveterados das imagens
De misericordiosos, hipócritas beneméritos
De fiscais subornados com benesses
E de cavalheiros, administrando bens roubados


Todavia, eu também me sinto subornado
Por essa dor, por essa saudade,
Que faz suavizar as rugas da tua face
Brilhar com esse fulgor nos teus olhos
Rasgar com encanto a tua boca
Entregar tanta elegância ao teu andar
Vestir-te com as cores mais audazes
E ouvir-te encantado pela tua voz

Sem comentários:

Enviar um comentário