Número total de visualizações de página

domingo, 28 de dezembro de 2014

          Eu caio do altar da minha ignorância, procuro no chão e não encontro as sandálias do pescador. Vejo lá em cima o livro da sabedoria e trepo, afastando os espinhos da maldade, aceitando a ajuda de quem me sustem, o amparo de quem me aconselha sem nada me ordenar, a protecção de quem se limita a estar a meu lado.
          E acendo a vela. 

Sem comentários:

Enviar um comentário